Colar de Âmbar – será que realmente ajuda a aliviar os sintomas na fase da dentição?

Será que o colar de âmbar realmente funciona? Estou falando sobre minha experiência com o uso do colar de âmbar!

Sempre que posto foto das crianças nas redes sociais com o colar de âmbar que eles usam a mostra recebo um enxurrada de perguntas, e de longe a campeã é: “Débora ele realmente funciona?“, já falei um pouco sobre o que é e para que serve o colar de âmbar aqui no blog, mas vou recapitular um pouco neste post também, pois está é outra dúvida frequente.

O que é o colar de âmbar?

âmbar é uma resina vegetal, seiva de árvores pré-históricas, que se tornaram fóssil a mais de 50 milhões de anos. São encontrados principalmente nas praias da Costa Báltica especialmente depois de tempestades, pois o âmbar flutua em água salgada.

Para que serve o colar de âmbar e como ele age?

O âmbar tem sido usado a anos como remédio natural para aliviar dores, desconfortos e inflamaçõesEm contato com a pele o âmbar libera o acido succínico, essa é sua sustância benéfica, que é absorvida pela pele em minúsculas quantidades, estudos confirmam que ela tem poder anti-inflamatório, analgésico e auxilia na imunidade do organismo. Tornando o âmbar um remédio natural.

Agora que sabemos o que é o colar de âmbar e para que ele serve, vou responder algumas das perguntas que recebo pelas redes sociais.

  • O colar de âmbar realmente ajuda a aliviar os sintomas na fase da dentição?
    Sempre que recebo está pergunta respondo comparando minha experiência com Clara, Caio e Olívia, na fase de dentição. Caio e Clara não usaram o colar então sintomas como febre, diarreia e gengiva bem dolorida se fizeram presentes com os dois, foi uma fase bem tensa por aqui, já que eles sofriam e eu também sofria junto. Já com Olívia, que usa o colar desde o segundo mês de vida (usava como pulseira) e hoje aos 9 meses, com 3 dentinhos nascendo ao mesmo tempo, nenhum desses sintomas apareceram. Então sim, eu acredito que foi o colar de âmbar o principal motivo para isso.
  • Existe alguma diferença nas tonalidades de cores do âmbar que geram algum benefício diferente?

Como Caio e Olívia usam um colar com pedras mais escuras e Clara um com pedras mais claras, muita gente me pergunta sobre a tonalidade das pedras e se existe algum diferença quanto ao benefício delas. As cores do âmbar são influenciadas pelo ambiente, água, solo, mudanças climáticas, reações químicas, ou até mesmo pelos resíduos presos dentro da resina das árvores, mas elas não influenciam na forma que o âmbar age no corpo. Todas as cores agem da mesma forma estimulando o sistema imunológico, então a cor é uma questão de preferência, qualquer uma das tonalidades de pedras escolhidas, terão o mesmo benefício no organismo de quem usa-lo.

  • Existe falsificação do âmbar?

Sim, infelizmente hoje em dia existe a falsificação do colar de âmbar, é preciso que o mesmo seja adquirido em lojas de confiança e que ofereçam o certificado de teste do mesmo. A loja online Âmbar Báltico Original é uma das únicas que oferecem um laudo laboratorial de suas jóias com certificado de garantia, já que são testadas em laboratório para confirmar a autenticidade do âmbar.

  • O que é melhor o colar de âmbar ou a pulseira / tornozeleira?

Entre um e outro não existe diferença, como acontece com as tonalidades os dois iram causar o mesmo benefício no organismo, mas vale ressaltar que o colar ou pulseira / tornozeleira de âmbar deve ser usado em contato direto com a pele e pelo máximo de tempo possível. Outra recomendação é que o mesmo deve ser usado mais próximo ao local onde deseja que ele faça efeito. Por exemplo: no caso de desconforto na cabeça prefira o colar, para desconfortos nos braços ou pernas de preferência para a pulseira / tornozeleira.

Outro beneficio que notei do colar foram para as fases de cólicas e gases da Olívia que começaram por volta do primeiro mês, assim que coloquei o colar nela percebi que os mesmos começaram a diminuir até que sumiram.

Então sim, sou uma fã assumida dos benefícios que o colar de âmbar trás para nosso organismo, inclusive já encomendei uma tornozeleira para mim do Âmbar Báltico Original.

Beijos

 

“Este post foi patrocinado por uma empresa que o A Mãe Coruja confia e acredita no nosso trabalho.”

Author: Débora Nunes

idealizadora do amaecoruja.com, 31 anos, mãe da Clara, do Caio, e da Olívia! Entusiasta da maternidade real acredita que toda mãe deve se dedicar aos seus filhos sem deixar seus demais papéis (mulher, profissional, esposa, amiga, filha…) de lado.

Share This Post On

Deixe uma resposta