Filhos dão colo

Já parou pra pensar no poder que o colo tem? Dar colo é tão bom quanto receber, e muitas vezes um confunde o outro. Por isso posso, dizer, que filhos não apenas recebem colo, mas nos dão também.

Aqui estou eu, fazendo mais uma daquelas reflexões maternas, que nos fazem crer que a maternidade veio para nos ensinar, nos amadurecer, empoderar e não o contrário, como um dia pensei. Os filhos nos ensinam muito mais do que nós a eles, hoje isso pra mim é muito claro.

E minha reflexão é sobre o poder do colo, e não o colo materno, mas o colo que os filhos tem o poder de nos dar. Já parou pra pensar em como os filhos nos dão colo?

Naquele momento difícil, que estamos nos sentindo cansadas, tristes ou desanimadas, lá vem o pequeno e te pede colinho! Parece que sentem como precisamos desse aconchego. Colocamos eles no nosso colo crentes que somos nós que estamos dando colo, quando na verdade estamos recebendo. Afinal, no colo a gente encontra amor, conforto e segurança, e por mas incrível que isso possa parecer, filhos nos proporcionam tudo isso não é mesmo?

Eu tenho aquela sensação boa de que é ali meu lar, não importa onde eu esteja, aquele pequeno abraço, me faz sentir em casa. Me faz sentir segura, é como se nada no mundo pudesse realmente me atingir. Se meu coração está machucado por qualquer motivo, basta eles chegarem, darem um sorrisinho, um abraço e virem pro meu colo e pronto: parece que como mágica, os problemas ficam em outro plano. Sim, filho curam, dão colo, salvam nossos dias, e muitas vezes nossas vidas também.

Afinal dar colo ao outro é uma forma de carinho, de demonstrar cuidado e atenção não é mesmo? O colo conforta, acalenta o coração e nele contém amor, então vejam só, em muitos momentos, estamos recebendo muito mais do que dando, e isso só me leva a crer que sim: filhos dão colo!

Beijos


Veja outros posts:

Eu confesso… {Crônicas Maternas}
Filhos, o melhor da vida {Crônicas Maternas}
Filhos te salvam… {Crônicas Maternas} Mãe também é gente…{Crônicas Maternas}
E se o primeiro filho já nascesse sendo o segundo?
O renascimento da mulher e o nascimento da mãe
Deixem as puérperas em paz


Siga o A Mãe Coruja no Instagram  para acompanhar diversas dicas e textos: www.instagram.com/amaecoruja

Author: Débora Nunes

idealizadora do amaecoruja.com, 31 anos, mãe da Clara, do Caio, e da Olívia! Entusiasta da maternidade real acredita que toda mãe deve se dedicar aos seus filhos sem deixar seus demais papéis (mulher, profissional, esposa, amiga, filha...) de lado.

Share This Post On

Deixe uma resposta