Vacinas – 5 dicas naturais para ajudar a aliviar os sintomas

VACINAS - SINTOMAS VACINAS - VACINAS EM BEBÊS

Como ajudar seu bebê a superar as reações adversas das vacinas (imagem daqui)

Ah as vacinas, as tão temidas vacinas. A gente bem sabe que elas são um mal necessário não é mesmo? Mas dói na gente quando temos que levar nossos pequenos pra vacinar. Sabemos quão importante são as vacinas para o sistema imunológico dos pequeninos, mas mesmo assim, ainda ficamos de coração partido quando os sintomas começam a aparecer não é?

Olívia tomou a pouco dias as vacinas de 2 meses, 4 vacinas: a pentavalente, VIP (poliomielite), pneumocócica, e a temida rotavírus, digo temida pois é uma das vacinas mais polêmicas do calendário vacinal, e veja bem, a maior parte das polêmicas provêm das mães e não dos pediatras.  Mas enfim, não estamos aqui pra falar da rotavírus em si, mas de como podemos ajudar nossos bebês a passarem por essa fase sem sofrer tanto com os sintomas.

Na minha opinião o pior da vacina não são as picadas, mas são os sintomas, que podem causar febre, dor no local, dor de cabeça, enjoo, cólicas ou algum outro tipo de dor e desconforto.

Olívia teve febre, olhos lacrimejando, dor no corpo e principalmente nas pernas onde foram aplicadas as vacinas, e também teve cólicas. Ela ficou bem enjoadinha durante o dia e sequer podíamos mexer nela pra mudar de posição que ela chorava.

E por conta disso reuni hoje no blog algumas dicas naturais que me ajudaram e vão te ajudar também a aliviar as dores e sintomas provocados pelas vacinas.

  • Compressas frias– aqui está uma das coisas que mais funcionou e me ajudou por aqui, fazer compressas frias no local das vacinas. E como Olívia ficou muito tempo febril, mesmo depois que medicamos, então também fiz compressa fria na testa dela, que ajudou bastante a controlar a temperatura corporal.
  • O peito- dar o peito ou a mamadeira (no caso de bebês que não mamam mais no peito),  após as vacinas também ajuda a aliviar o trauma da picada e a confortar na hora da dor. Inclusive tem um vídeo rolando pela internet, de uma mãe que na hora das vacinas amamenta o bebê, e ele sequer sente as picadas.
  • Mantenha a calma – entenda que por mais que fiquemos com o coração apertado por vê-los chorar as vacinas são totalmente necessárias para a saúde do seu bebê, então mantenha a calma, assim você também vai transmitir calma a ele, que acabará por se sentir muito mais seguro no seu colo.
  • Confortar – procure sempre deiar o pequeno em uma posição que ele ache confortável, nesse omento evite ficar mexendo muito dele. Uma dica, é deitar um pouquinho com ele pra ajudar a conforta-lo.

Leia também:
Charutinho de bebê – Veja como acalmar seu bebê nas crises de choro

.

  • Banho quente – prepare um banho quentinho para o seu bebê. A água quente vai ajudar a aliviar a dor, e ainda acalma-lo, já que a água na temperatura do corpo (36°C ou 37°C) proporciona ao pequeno a mesma sensação que ele sentia dentro do útero da mãe. O banho também pode ser usado pra ajudar a controlar a temperatura do bebê em caso de febre, mas vale ressaltar, que neste caso a água não deve estar fria, e nem muito quente, pra que dessa forma não faça com que a febre aumente.

E claro paciência e muito colinho, esteja preparada pois no dia da vacina seu bebê vai requerer muito mais da sua atenção. Ele vai precisar de muito colinho e cuidados seus. Por isso se programe para ficar com o bebê e dar toda a tenção que ele necessita.

Fique tranquila que logo os desconfortos passaram e você poderá curtir seu pequeno sem preocupações, sabendo que ele está cada vez mais protegido.

Beijos


Veja outros posts similares:

Extrator de leite materno Harmony Medela – Vale a pena comprar?
Febre Amarela – O que é e quais os principais sintomas
Bebê com cólica? 5 maneiras naturais que vão ajudar a aliviar
Shantala e seus beneficios…
Alergias em Bebês – Como evitar.
Refluxo em bebês – saiba o que é
Imagens mostram como a visão do bebê evolui no primeiro ano de vida


Siga  o A Mãe Coruja no Instagram para acompanhar diversas dicas e inspirações: www.instagram.com/amaecoruja

Author: Débora Nunes

idealizadora do amaecoruja.com, 31 anos, mãe da Clara, do Caio, e da Olívia! Entusiasta da maternidade real acredita que toda mãe deve se dedicar aos seus filhos sem deixar seus demais papéis (mulher, profissional, esposa, amiga, filha...) de lado.

Share This Post On

Deixe uma resposta