Pai não é acessório!

PAI E FILHOS - PAI PRESENTE - PAI E BEBÊ - PAI E FILHO

A importância de um pai na vida de um filho

Estamos sempre falando dos inúmeros papeis que as mães ocupam na vida de um bebê. No texto de hoje vamos refletir um pouco sobre a importância dos papais na vida de seus filhotes!

Antigamente os homens tinham a função de manter a família financeiramente enquanto que as mulheres cuidavam das crianças. Em função das transformações sociais e culturais, as famílias foram passando por mudanças significativas.

Hoje, em muitas famílias, ambos trabalham e auxiliam no sustento da casa e principalmente, tanto a mãe quanto o pai mantem o mesmo vínculo com o filho.

Pensando no desenvolvimento cognitivo e social das crianças, essas mudanças foram muito positivas, uma vez que estudos tem mostrado que essa convivência com o pai tende a facilitar a aprendizagem e a integração da criança na sociedade. Além disso, essa vivência pode repercutir na vida adulta e interferir nas relações que a criança terá com outras pessoas.

A proximidade com o pai auxilia as crianças a sentirem-se mais seguras, a tornarem-se pessoas mais autoconfiantes, características que serão levadas ao longo do desenvolvimento, podendo influenciar, por exemplo, na escolha de uma profissão e em escolhas pessoais na vida adulta.

Ao contrário disso, pais ausentes podem gerar sentimentos de desvalorização e isso também terá efeitos ao longo do desenvolvimento, especialmente na fase da adolescência.

As crianças, por serem pequenas, não entendem os  reais motivos pelos quais os pais não estão ali presentes, elas apenas desejam ser amadas. O fato do pai se ausentar ou em casos de separação, deixar de ver a criança com frequência, pode fazer com que ela se sinta culpada pela situação. Sentindo-se culpada pela ausência do pai, ela acaba adquirindo sentimentos de inferioridade e baixa autoestima.  Na vida adulta, isso pode interferir nos relacionamentos afetivos, fazendo que ela busque, inconscientemente, relacionamentos conturbados.

Contudo, não apenas a mãe é fundamental na vida de um filho, o pai também é! A figura paterna dá segurança para a criança, desperta os sentimentos de proteção, amparo e amor. É claro que, se um casal não está bem no relacionamento e optam por se separar, a criança não terá danos irreparáveis…. Desde que, o pai e a mãe se separem, apenas! Um pai nunca se separa do filho, independente do rumo que der a sua nova vida! E a mães devem facilitar essa aproximação, pois ela é muito importante para a criança. Cabe ressaltar que a qualidade vale mais do que a quantidade! Os pais devem ter uma participação ativa na vida dos filhos.

Uma boa relação com o pai, na qual a segurança e o companheirismo prevalecem, tem mais chances da criança se tornar um adulto feliz, seguro, corajoso e independente.  Por isso papais, participem e acompanhem o crescimento de seus filhos junto com as mães, o retorno é gratificante! Seja o herói do seu filho!


Veja outros posts já publicados aqui das psicólogas Natana e Paola:

O seu NÃO também é um ato de amor!
Como lidar com o uso das tecnologias na infância – Permitir ou Proibir?
Menos Play e mais Era uma vez… – A importância da leitura na infância
Meu filho é tímido, e agora?
Separação e filhos, como lidar?
BULLYNG infantil: Quando a brincadeira NÃO tem graça!
Um aperto chamado Saudade: como lidar com o luto infantil


Siga o A Mãe Coruja e o E ai Psicologas? no Instagram  para acompanhar diversas dicas: www.instagram.com/amaecoruja e www.instagram.com/eaipsicologas

Author: Paola Richter e Natana Console

Natana Consoli é psicóloga e psicoterapeuta de adultos, casais e família e Paola Richter é psicóloga e psicoterapeuta de crianças e adolescentes. Ambas trabalham fazendo avaliação psicológica e prestando avaliação em instituições de educação infantil.

Share This Post On

Deixe uma resposta