Louca é quem tem três filhos!

MÃE DE TRÊS - TRÊS FILHOS - CRIANDO TRÊS FILHOS - MATERNIDADE - ANUNCIANDO A GRAVIDEZ

Louca é a mãe que quer ter apenas um filho ou se atreve a ter três ou mais. Será que acerta mesmo só quem é mãe de dois?

Parei essa semana pra fazer uma reflexão sobre nossa sociedade e sua relação com filhos. Agora, grávida do meu terceirinho fica ainda mais evidente que pra sociedade certo mesmo é só quem tem dois filhos. E de preferência que seja um casal, porque se for duas meninas ou dois meninos já abre perguntas para: “vai tentar de novo?”.

Se você opta por parar em apenas um filho, não vai nunca parar de ouvir comentários do tipo: “coitadinho dele, precisa de um irmão pra brincar“, e ainda saíra como a egoísta da história, que não que dar um irmãozinho pro seu filho.

Se você tem três você é a louca corajosa, se prepare minha amiga, que você vai ouvir muito por ai: “que coragem heim?“, acompanhada daquela cara de “caramba que louca”. E se você tem quatro filhos ou mais, melhor se fingir de surda porque os comentários tendem a piorar cada vez mais.

Mas existe realmente uma quantidade perfeita de filhos a se ter? É justo decidir pela outra mãe/família quantos filhos eles devem ou deveriam ter? E a pergunta que não quer calar: é justo julgar o outro pela quantidade de filhos que ele tem?

O que tenho visto é que todo mundo se acha no direito de palpitar sobre sua vida, tudo bem se você quer ter apenas um filho, tudo bem se quer parar no segundinho e tudo bem também se quiser ter o terceiro, quarto, quinto e assim por diante, o que não está tudo bem é ouvir comentários do tipo: “você é louca“, “você é egoísta“, “seu filho precisa de um irmão” ou ainda “tenta um menino /menina agora“.

Quando anunciei minha terceira gravidez, o que mais ouvi foi: “nossa não vai fechar a fábrica não?” e “caramba que coragem a sua“, mas as pessoas esquecem que: quem vai pagar fraldas, escola, faculdade somos eu e meu marido. Quem vai educar somos nós, quem vai acordar a noite pra amamentar e trocar fraldas somos nós. Confesso que acho super interessante e meio hilário todo mundo nos olhar com aquela cara de que somos malucos.

Talvez sejamos mesmo ou talvez não, isso só quem pode saber ou decidir somos nós, e a grande verdade é que não precisamos nos justificar, aliás ninguém deveria precisar se justificar sobre isso, afinal ter apenas um filho, não ter nenhum ou ter cinco filhos é uma decisão totalmente pessoal de um casal.

Não existe certo ou errado na maternidade, existem formas de maternar, de ensinar e de educar diferentes apenas, e consequentemente não existe quantidade certa para se ter filhos, então pare de fazer comentários que podem magoar o outro.

Ah e vale ressaltar aqui que a culpa parece ser sempre da mulher também, se ela quer parar em um filho ou não ter nenhum ela é uma tremenda egoísta, e se está no terceiro é uma tremenda irresponsável. Será que correto mesmo é só quem tem dois filhos?

Comentários e julgamentos desse tipo só reforçam a ideia de que todo mundo se acha perfeito, o que não é real, cada família se adequa da melhor forma, decidi o que é melhor para si. E quer saber o que você pode fazer a respeito? Aceitar e respeitar.

Lembre-se: ninguém é obrigado a gostar do que você gosta e nem achar certo o que você acha. E não é da sua conta questionar as decisões alheias.

Beijos


Siga o A Mãe Coruja no Instagram para acompanhar diversas dicas e inspirações: www.instagram.com/amaecoruja

Author: Débora Nunes

idealizadora do amaecoruja.com, 31 anos, mãe da Clara, do Caio, e da Olívia! Entusiasta da maternidade real acredita que toda mãe deve se dedicar aos seus filhos sem deixar seus demais papéis (mulher, profissional, esposa, amiga, filha...) de lado.

Share This Post On

2 Comments

  1. Esses comentário é de lascar dá uma vontade de mandar todos pra pqp eu já ouvi grávida do segundo nem quero imaginar o que ouviria se fosse o terceiro!

    Post a Reply
  2. Achei muito interessante a sua reflexão…. sou mãe de três tb. E muitos ficaram perplexos com a minha terceira gravidez. Eu tinha 40 anos (“velha”), o mais velho 17 anos e a do meio 13 anos, e um sonho de ser mãe de três. E foi a melhor escolha q fiz. Somos completos, gerações diferentes, mas o nosso amor transborda e a nossa alegria contagia. Bjs para vc!!!!

    Post a Reply

Deixe uma resposta