Deixem as puérperas em paz

MATERNIDADE REAL - MULHER REAL - MÃES REAIS - PÓS PARTO - PUERPÉRIO

Cultuar o corpo perfeito após o parto é realmente necessário?

A maternidade é transformadora em todos os seus sentidos, desde as várias mudanças que acontecem no corpo da mulher até sua forma de pensar.

Todas sabemos que nossos corpos passaram por grandes transformações, todas sabemos que estrias, barriga flácida, seios caídos e gordurinha extra podem vir no pacote maternidade!

E vou confessar que ando cansada de ver fotos de mulheres cultuando um corpo perfeito 1 mês após o parto, ao invés de se preocuparem e mostrarem o que realmente é importante para as puérperas, que estão vivenciando uma vida bem diferente da que viviam antes, entre mamadas, choro de cólicas, dores físicas e emocionais do pós-parto e o corpo que ela já não consegue mais reconhecer. Isso só atesta a inexistência de uma maternidade real em que a mulher tem que cuidar da casa, dos filhos e de si mesma, com no máximo a ajuda dos maridos. E não pense você minha amiga, que está sozinha nesta história, somos milhares de mães e mulheres que vivem essa realidade.

Nós dificilmente conseguiremos retornar ao nosso “corpão” de antes da gravidez em apenas 1 mês, não temos babá para ajudar ou ficar com os filhos para irmos a academia ou ao salão, temos que limpar, cozinhar e muitas vezes cuidar e dar atenção para o outro filho, sozinhas ou no máximo compartilhando tarefas com o pai!

Então minha amiga, não se sinta pra baixo ao ver uma atriz postar foto de um pós-parto fácil, simples e emagrecedor, não fique pra baixo se você não conseguiu emagrecer e voltar ao seu corpo de antes em duas semanas, pois está é a realidade da grande maioria das mães. Sinta-se feliz por ser uma mãe real.

O corpo da mulher foi completamente mudado, habitado por outro ser, sinta-se privilegiada por isso! Mude se você sentir vontade, por você e não por pressão de uma sociedade que nos mostra cada vez mais que o corpo é mais cultuado do que a saúde da mulher!

Tenho um pedido a fazer a você nova mãe que acredita que mostrar seu corpo um mês após o parto é mais importante que acolher seu novo eu: parem de cultuar a busca pelo corpo perfeito um dia após o parto, deixem as puérperas em paz! Deixem que elas aprendam a se amarem novamente como são! Em vez de cultuar essa busca desenfreada pela volta do corpo que mudou completamente por dentro e por fora, incentivem algo que realmente valha a pena, mostrem como a amamentação exclusiva é importante, incentive e dê razões pra mulheres tentarem o parto normal, incentive mães a se amaram como são e não como a sociedade quer que sejam!

Quanto mais cultuamos uma maternidade perfeita, onde tudo é cor de rosa, onde o a mãe tem obrigação de ser super-heroína e parecer com uma barbie,  mais difícil será para as mulheres se aceitarem e acolherem seu corpo após a gestação. Mais mulheres tristes e depressivas surgiram. Mulheres podem sim voltar a ter o mesmo corpo de antes da gestação – ou não – e tudo bem! Tudo bem se você quer ter seu corpo de volta, mas pare de falar para outras mães que elas também tem essa obrigação, pare de falar para outras puérperas que ela tem a obrigação de ir para a academia 2 semanas depois de parir, pare de falar para elas que além de se preocuparem com os peitos doloridos de leite, com a casa que já não fica mais em ordem como antes, com o bebê que não dorme a noite inteira ou com suas dores internas que ela também tem que se preocupar em passar para a sociedade que ela tem por obrigação ser magra.

A mulher acabou de passar por uma transformação gigantesca e só precisa entender que pode ser tão ou mais feliz do que antes com essas mudanças. Só precisa de acolhimento, de abraços apertados e de um sociedade que compreenda que ela não é só um corpo, mas um individuo que precisa de compreensão e respeito.

Beijos

Veja outros posts similares:
Eu confesso… {Crônicas Maternas}  
Filhos, o melhor da vida {Crônicas Maternas}  
Mãe também é gente…{Crônicas Maternas}
   
10 coisas que ninguém te contou sobre o pós-parto

As frases e textos de mães para filhos mais lindos

Siga o A Mãe Coruja no Instagram e acompanhe diversas dicas e inspirações: www.instagram.com/amaecoruja

Author: Débora Nunes

idealizadora do amaecoruja.com, 31 anos, mãe da Clara, do Caio, e da Olívia! Entusiasta da maternidade real acredita que toda mãe deve se dedicar aos seus filhos sem deixar seus demais papéis (mulher, profissional, esposa, amiga, filha...) de lado.

Share This Post On

Deixe uma resposta